venda-direta

Mercado de venda direta surge como alternativa para novos empreendedores

Em um cenário em que as pessoas têm criado alternativas aos mercados de trabalho tradicionais, a realização profissional está cada vez mais desassociada de padrões e horários pré-estabelecidos. Tendo em vista o equilíbrio entre as relações profissionais e pessoais, muitas pessoas, em sua maioria mulheres, procuram opções mais flexíveis de trabalho.

Nesse contexto, a venda direta é uma oportunidade que permite que o empreendedor crie e gerencie os seus próprios produtos de venda. Com baixo custo de investimento, esse tipo de negócio se estabelece de forma flexível, com uma lógica de trabalho que se adapta facilmente às necessidades de cada vendedor.

De acordo com estudo de dimensionamento do mercado de venda direta, realizado pela ABEVD, Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, o setor registrou R$ 19,5 bilhões em volume de negócio no primeiro semestre de 2015. Dados que evidenciam o crescimento de 0,7% do setor, se comparado com os resultados do último ano.

Antes de iniciar um negócio, porém, é importante escolher uma empresa com a qual se tenha afinidade. Uma vez que você acredita na missão e valores da organização que representa, fica muito mais fácil conquistar clientes, impulsionar as suas vendas e obter sucesso profissional e pessoal.